•  +55 31 3307 7881
  •  +55 11 4861 8054

A correria nos Centros de Distribuição em tempos de Coronavírus


A correria nos Centros de Distribuição em tempos de Coronavírus

João Alves
Sócio-diretor da Planner Etiquetas Especiais, empresa referência em manufatura de etiquetas para endereçamento logística e identificação patrimonial.


Enquanto muitas empresas fecham suas portas em prol do combate ao Coronavírus, algumas precisam multiplicar sua produção e logística para abastecer a população, como é o caso das indústrias farmacêuticas, alimentícias e e-commerce.

Os centros de distribuição dessas empresas estão passando por um momento abrupto de aumento nas vendas, o que exige maior eficiência em suas atribuições e muito mais agilidade em receber e expedir mercadorias para não deixar as lojas e clientes desabastecidos. Porém, nessas situações de correria costumamos ter uma visão míope em relação ao foco principal, deixando para depois o que parece não ser prioridade. Sem perceber, fazemos exatamente o contrário do que deveria, justamente quando é preciso ser mais assertivo para evitar retrabalhos. Estou me referindo à organização dos armazéns.

Alguns gestores postergam a organização de seus armazéns por não terem tempo pra isso agora, já que a prioridade é abastecer. Gostaria de chamar a atenção para essa falha, pois a prioridade agora é manter a organização para que seja realmente possível abastecer com rapidez.

Ao descarregar um caminhão, por exemplo, a mercadoria deve ser direcionada sem erros para seu local de armazenamento, ou seja, ao chegar no local destinado a cada palete, o operador deve encontrá-lo livre. Dessa forma, a nova armazenagem será feita corretamente. O mesmo vale para o processo de expedição, ou seja, ao se deslocar até o local indicado pelo sistema para retirada de mercadorias, o operador deverá encontrar o palete correto no respectivo local.

Na correria, se não houver uma farta sinalização do armazém, os novos colaboradores perderão muito tempo para localizar os produtos. Caso as etiquetas de endereçamento estejam rasuradas, rasgadas ou sem manutenção, os operadores terão que digitar os códigos de endereços, ao invés de fazer uma simples leitura dos códigos de barras, estando propensos a inserir uma enorme quantidade de dados errados no sistema. Consequentemente, em pouco tempo o armazém terá uma grande quantidade de paletes perdidos e um sistema ineficiente, pois a posição indicada pelo sistema para armazenagem de um palete pode já estar ocupada por outro, bem como o palete a ser retirado pode não ser encontrado na localização indicada. E assim, após uma série de erros desse tipo, o armazém conterá um volume significativo de falhas, que só poderão ser corrigidas a partir de um inventário. Nesse cenário, o armazém perde o que há de mais valioso nesse momento: a produtividade.

Manter um armazém organizado é tarefa para todos os dias. Manter os dispositivos de sinalização e de endereçamento em boas condições de leitura é fundamental para o bom funcionamento do sistema como um todo.

Sabemos que muitos estão enfrentando os impactos negativos do cenário atual, mas a organização é uma necessidade que independe das circunstâncias. Lembrem-se que a demanda reprimida poderá causar esses mesmos atropelos quando o problema acabar e o consumo for normalizado. Portanto, aproveite esse momento e organize seu armazém! Assim, você estará bem preparado para o retorno da atividade econômica.

Últimas Publicações

A correria nos Centros de Distribuição em tempos de Coronavírus

A correria nos Centros de Distribuição em tempos de Coronavírus

25/03/2020

Por: João Alves

 Modelos de Armazenamento

Modelos de Armazenamento

29/11/2016

Por: Planner

A Relação entre as Identificações e o WMS

A Relação entre as Identificações e o WMS

23/11/2016

Por: Planner